Abelha.SP: Criação Urbana de Abelhas sem Ferrão

Abelha.SP - Meliponicultura Urbana: Adote uma abelha

Abelha.SP: Criação Urbana de Abelhas sem Ferrão

Você sabia que é possível criar espécies de abelhas sem ferrão (que não picam!) em sua casa, dentro da cidade!?

Pois é! Essa é uma iniciativa que tem tomando força, e nós da Loja do Mel não poderíamos deixar de aderir a esse movimento que busca reinserir as abelhas sem ferrão no contexto e estilo de vida urbano! Conheça o projeto ABELHA.SP!

Adote uma Abelha: Conheça o projeto Abelha.SP

Através do Site do MEL.COM.BR, oferecemos dicas e convidamos Sãio Paulo e todos nossos vizinhos a transformarem o contexto de urbanização para algo mais agradável e sustentável no dia-a-dia. Nosso projeto ABELHA.SP é apenas uma entre tantas iniciativas do tipo que vem surgindo ao redor do mundo.

Nós oferecemos KITs para captura dos enxames, damos dicas e vamos tentar te ajudar a começar sua criação de abelhas! Se tiver interesse, você também pode acessar o portal da EMBRAPA (Veja no fim do POST) e acessar cursos sobre Meliponicultura Urbana!

O que é a Meliponicultura Urbana?

Meliponicultura, é a criação racional de abelhas sem ferrão, especialmente das tribos meliponini (Mandassaias) e trigonini (Jataís) – espécie Meliponidea. Quando o fazemos na cidade, temos outro tipo de manejo, e outras dificuldades e atenções a serem tomadas. Nesse contexto de criação na cidade, denominamos o manejo de Meliponicultura Urbana.

MEL de Jataís e outras Abelhas sem Ferrão

As abelhas jataís, também chamadas de abelhas indígenas, são nativas do Brasil. Pertencem à espécie dos meliponídeos, cientificamente conhecidas por Tetragonisca angustula. Por suas propriedades medicinais, é indicado no tratamento de resfriado, bronquite, glaucoma e catarata, além de ser bactericida e atuar na cicatrização de feridas.

Veja os produtos de Abelhas sem ferrão como Abelhas Jataís a venda aqui no site! 

Comprar Mel de A.S.F.

São Paulo, SP
Cuidados na criação de abelhas sem ferrão em cidades grandes.

É importante observarmos o ambiente que cerca as colmeias para ter um meliponário urbano de sucesso!

Primeiro vamos observar o aspecto da vegetação: É importante termos vegetação abundante por perto, como parques e praças.

Precisamos também ter muito cuidado com a temperatura, não pode ser muito frio, nem muito quente. Para isso, evitamos lugares que bata muito sol diretamente. As colmeias devem ficar protegidas das 10 da manhã  até as 4 da tarde do Sol.

Temos que iniciar aos poucos. A criação deve iniciar com uma ou duais colmeias, e irmos aumentando gradualmente, assim que tivermos uma certa experiência com o que as abelhas urbanas precisam, e como elas estão se adaptando ao local.

Se possível, plante em casa espécies de árvores como jaboticabeira, pitanga, goiabeira, lavanda e até  hortaliças, como manjericão.

Principais espécies de abelhas urbanas: Jataí é  a favorita do Brasil!

tacio.com.br Tetragonisca angustula colony - honeybees jatai
Tetragonisca angustula colony – Foto de Tácio Phillip

No Brasil temos mais de 350 espécies catalogadas de abelhas sem ferrão. Cada uma tem suas peculiaridades, pontos fortes e pontos fracos. Por serem espécies endêmicas (de determinada região/bioma), temos que ter cuidado para não criar espécies de outras regiões, como por exemplo a Tiúba (nordeste) na região Sul. 

Em São Paulo, as espécies mais resistentes e adaptáveis ao ambiente urbano são a Jataí, Mandaguari e Marmelada. Dessas 3, a Abelha Jataí toma um grande espaço como abelha mais indicada na criação urbana. Espécie resistente e tranquila, não oferece dificuldade de manejo e tem boa adaptação nos microclimas da cidade grande, como de São Paulo.

Cursos na Embrapa sobre criação urbana de abelhas sem ferrão

embrapa - meliponicultura urbana

CURSO EMBRAPA: MELIPONICULTURA URBANA

Público do Curso de Meliponicultura Urbana (EMBRAPA)

Pessoas do ambiente urbano interessadas em criar abelhas sem ferrão.

Objetivos de aprendizagem do Curso de Meliponicultura Urbana (EMBRAPA)

Ao final desta capacitação espera-se que os participantes sejam capazes de:
  • Conhecer a diversidade de abelhas sem ferrão e sua relação com as cidades;
  • Aprender como iniciar a criação;
  • Sanar dúvidas relacionadas à biologia e ao manejo dessas abelhas em ambiente urbano;
  • Estimular o plantio de mudas que favorecem as abelhas.
Conteúdo e distribuição do curso
  • Módulo 1: Diversidade de abelhas sem ferrão e sua relação com as cidades
  • Módulo 2: Como escolher as espécies certas para criar em ambiente urbano?
  • Módulo 3: Como obter as colônias e os materiais necessários para iniciar a criação?
  • Módulo 4: Onde devo colocá-las e quais cuidados preciso ter para garantir sua sobrevivência?
  • Módulo 5: É possível produzir mel e multiplicar as colônias em ambiente urbano?
  • Módulo 6: O que devo plantar para ajudar as abelhas das cidades?
  • Módulo 7: Quais as licenças necessárias e como obtê-las?
  • Módulo 8: Dicas importantes, curiosidades, problemas frequentes e aspectos polêmicos.

Clique aqui para saber mais sobre o curso.

Fernando Sinimbu (654 MTb/PI)
Embrapa Meio-Norte

Contatos para a imprensa

Telefone: (86) 3198-0518

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amigos, aproveitem os últimos dias antes do reajuste de preços 2022!
+
×
X